12 de agosto de 2013

Tireóide–Liberdade de Ser quem você é

67886_406291606117126_1542064863_n


Do ponto de vista fisiológico, a tireóide é um dos órgãos mais sensíveis,respondendo a vários estímulos do próprio organismo e também do ambiente. No âmbito metafísico, essa glândula reflete os estímulos emocionais, estabelecendo no corpo uma condição propícia ao estado interior.
 
As pessoas que somatizam nódulos na tireóide são aquelas que repudiam seus infortúnios, mas não conseguem expor aquilo que sentem, sufocando a revolta, que permanece "entalada" na garganta, causando metafisicamente os nódulos da tireóide.
 
A mágoa é um sentimento que corrói, pela dor de termos sido feridos por alguns eventos desprezíveis. Na verdade, também somos responsáveis por tão profundas feridas. Obviamente, todas as injustiças reclamadas têm fundamento; os danos emocionais, porém, são decorrentes da maneira como reagimos aos acontecimentos.

O auto abandono e a baixa estima fazem com que as pessoas sintam necessidade da aprovação dos outros.
Dependem de resultados promissores para sentir-se integradas ao meio. Distantes de si mesmas, ficam sedentas por situações ou relacionamentos que as preencham emocionalmente. Essa atitude as torna vulneráveis as decepções.

Segundo a psicóloga americana Lois L. os Nódulos são ressentimento, frustração e ego ferido e doenças na Tireóide são humilhações.  Sentimentos estes muitas vezes inevitáveis, mas que não foram digeridos.

Significa que a pessoa chegou a um estado psicológico em que é capaz de acreditar conscientemente em sua inferioridade, sente-se humilhada por tudo e perdeu a capacidade de manter o otimismo. Acredita que nunca terá a felicidade que almeja e que não poderá, jamais, fazer o que gosta e o que precisa.

Somos responsáveis por nosso corpo e por tudo que ocorre nele (em geral temos a idéia disso, mas não a certeza), nossos pensamentos, principalmente os mais negativos, como tristeza, raiva. medo, ódio, baixa auto-estima, desvalor próprio, rejeição, vontade de fugir (dentre outros), em geral originam um estado de falta de perdão, consigo ou o outro.

Saiba que somos livres desde que nascemos e que, com o passar do tempo, nós mesmos tolhemos nossos potenciais por falta de habilidade de viver.

Ninguém nos derruba, se caímos, faltou sustentação interior para nos fundamentarmos em nós mesmos, evitando ser derrotados pelas maldades.

Aprenda a integrar sem se anular. Não viva em função dos outros. Você deve ser a sua prioridade.

Pesquisa realizada por Nilma Soares

http://oncospa.blogspot.com.br/2009/10/metafisica-em-cancer-de-tireoide.html
http://karinpsicologa.wordpress.com/2006/10/02/sentimentos-geram-doencas/
http://silvia-machado.blogspot.com.br/2010/12/doenca-como-caminho.html?utm_source=BP_recent
http://silvia-machado.blogspot.com.br/2010/09/tireoide-na-linguagem-do-corpo.html?utm_source=BP_recent
 

Nenhum comentário: