2 de março de 2008


Rinite

Dentro da visão metafísica, a rinite está relacionada com o fato de a pessoa se abalar pela atmosfera do ambiente em que vive. Ela se irrita facilmente por qualquer coisa que acontece a sua volta, principalmente com a forma de os outros pensarem e agirem. O isolamento é frequente nas pessoas afetadas pela rinite. Elas geralmente não expressam o que sentem, fechan-se em seu mundo, demonstrando uma aparente indiferença ao que está acontecendo, quando, na verdade, a situação tempestuosa abala profundamente suas bases emocionais. Em alguns casos são pessoas que se sentem culpadas por tudo que acontecem e em outros casos se rebelam contra os outros, culpando-os. Além disso a causa metafísica do problema está no desejo de ser uma pessoa exemplar. Quer ser o melhor em tudo. Não se permite errar. Costuma ser egocêntrico, deseja que tudo gire em torno de si e aspira ser o centro das atenções. Rinite Aguda: É a manifestação do resfriado comum ou quando é afetada pelas reações alérgicas. O que desenvolve esse tipo de rinite, são os pequenos machucados provenientes de seu meio, que geram crenças estereotipadas. Outra questão é o fato de se sentir traída, onde fica sempre em alerta esperando esta atitude dos outros. Rinite Crônica: Toda doênça crônica está relacionada à persistência no padrão metafísico causador daquela disfunção orgânica. Assim sendo a rinite crônica demonstra rigidez. A pessoa teima em manter as mesmas crenças desenvolvidas ao longo da vida. Não tem muita vontade em se relacionar com os outros, como se já estivesse cansada de ficar em constante alerta ao que pode acontecer no ambiente. Rinite Alérgica: Toda alergia está relacionada a um estado de alerta às situações que se relacionam ao fator alérgeno. No caso da rinite alérgica, revela-se uma mania de perseguição que desencadeia na pessoa um constante estado de alerta ao que pode acontecer a sua volta.Toda a sua capacidade para solucionar prováveis contratempos é negada. Dessa forma, os conflitos internos sobrepõem seu poder de agir diante das situações, fazendo-a sentir-se impotente.

(Texto extraído do livro: Metafisica da saúde - Vol.1 - Valcapelli & Gasparetto)

Nariz

O nariz é o simbolo do Eu. Os problemas nesta região acontecem quando o indivíduo corre atrás de méritos e ignora opiniões alheias só pra não perder os elogios, e quando existe o medo de não ter os seus feitos reconhecidos. Nesses casos acontece que o seu inconsciente obstrui suas narinas, mostrando-lhe que você não está respirando a vida livremente. Nos contos de fadas e bruxas, o nariz sempre foi o símbolo da magia e da intuição. Na verdade o nariz representa a nossa sensibilidade quanto a aceitação ou recusa de algo ou alguém.

(trecho do livro Linguagem do corpo- Cristina Cairo)



Nenhum comentário: