5 de abril de 2010

Reflexos Sobre a Saúde

saúde

Para falar em saúde temos que analisar um contexto geral de nossa vida, das nossas emoções, das nossas vontades, das nossas contraiedades, da nossa alimentação, do nosso estilo de vida, da influencia que o externo tem no nosso dia a dia , nos nossos hábitos e em nossos sentimentos.

É impossível dizer que todos os dias estamos plenamente bem em todos os sentidos, mas devemos observar o que nos agride e nos força a natureza a agir de maneira contrária, para podermos aceitar aquilo que podemos adaptar em nós e tomar atitudes que mudem aquilo que não podemos conviver.

Toda situação vivida gera uma emoção e toda emoção carrega o organismo de substâncias que geram bem ou mal estar no nosso corpo, um exemplo claro disso é quando passamos por um stress muito grande descarregamos no organismo adrenalina que é um hormônio e um neurotransmissor gerando um aumento dos batimentos cardíacos, metabolização e respiração. É um estimulante natural que deixa nosso organismo turbinado pra enfrentar qualquer situação de perigo ou alerta.

Da mesma forma acontece com todas as outras emoções que sentimos, cada uma tem uma ação diferente em nosso organismo. Por isso quando nossa saúde fica abalada devemos analisar nossos sentimentos e emoções e atuar sobre eles para buscar o equilibrio e se curar.

Claro que estamos sujeitos a virus, bactérias e outras coisas que provocam doenças, mas devemos nos lembrar também que nosso organismo tem um sistema de defesa que luta contra esses males, e que se somos atingidos por eles é porque algo desequilibrou esse sistema de defesa.

E isso se deve a um conjunto de situações como uma alimentação inadequada, vida sedentária e emoções não trabalhadas, causando assim um desequilibrio no organismo e no sistema de defesa.

Em minhas pesuisas encontrei um texto do Drauzio Varela que fala sobre isso e que resolvi dividir com vocês.

“FALE DE SEUS SENTIMENTOS, TOME DECISÃO, SE ALIMENTE CORRETAMENTE….

Se não quiser adoecer -“TOME DECISÃO”. A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia. A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões. A história Humana é feita de deciões. Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.

Se não quiser adoecer - “BUSQUE SOLUÇÕES”. Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Somos o que pensamos. O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença.

Se não quiser adoecer - “NÃO VIVA DE APARÊNCIAS”. Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho, etc… Está acumulando toneladas de peso… uma estátua de bronze, mas com pés de barro. Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.

Se não quiser adoecer - “ACEITE-SE”. A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável. Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos, destruidores. Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e terapia.

Se não quiser adoecer - “CONFIE”. Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras. Sem confiança, não há relacionamento. A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.

Se não quiser adoecer - “NÃO VIVA SEMPRE TRISTE”. O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa. A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive. “O bom humor nos salva das mãos do doutor”. Alegria é saúde e terapia. (Drausio Valera)

Matéria de Nilma Soares

Nenhum comentário: